sábado, outubro 27, 2007

assim, de repente, passou um ano

no passado dia 23, este blog fez um ano, e nem sequer teve direito a post comemorativo no próprio dia. repera-se hoje a "falha". 117 posts, quase 10 000 visitantes. o ritmo de publicação diminuiu, mas a vida com pedro está cá para ficar. gosto do intercâmbio que se estabeleceu com alguns dos visitantes regulares. gosto também de chegar aqui e desabafar, partilhar as vitórias, as preocupações, as frustrações. gosto ainda de verificar, através do sitemeter, que muita gente chega aqui ao fazer pesquisas sobre "terapia ocupacional+talas", "hemiparesia direita em crianças", "impacto de um filho deficiente nos pais", "irmãos de crianças doentes", "epilepsia", "heminegligência", etc. a maior parte desses visitantes são silenciosos, entram directamente para um post específico e voltam a sair. imagino que alguns deles estão a dar os primeiros passos nesta aventura de viver com e criar uma criança portadora de deficiência e gosto que este blog contribua para essas primeiras buscas de informação. outros demoram-se mais tempo e visitam 8, 10, 12 ou mais páginas, chegando a ficar quase uma hora a ler este conjunto de reflexões, informações mais ou menos científicas e desabafos. por vezes deixam comentários em posts mais antigos, que eu releio e recordo. há também quem chega aqui através de pesquisas não relacionadas com a deficiência, mas sim com a família. "a alegria de ser pai", "reflexões sobre ser mãe", "irmãos adolescentes ciumentos", para citar apenas as mais recentes. a esses visitantes "incautos", espero que a leitura desta realidade os enriqueça como seres humanos, chamando-lhes a atenção para outros quotidianos familiares, e que contribua para a desmistificação da vida das famílias com crianças diferentes.

neste ano, o pedro deu um passo crucial no seu desenvolvimento, a aquisição da marcha autónoma. foi um momento alto de partilha de emoções no espaço virtual. senti, da parte de alguns dos visitantes, verdadeira e genuina alegria pelo acontecimento, e não ando longe da verdade se afirmar que essa partilha foi mais intensa com estes amigos da blogosfera do que com outros amigos fora dela, o que não deixa de ser curioso. essa partilha tornou-se um dos principais atractivos de manter o blog e é bom verificar que, apesar de não nos conhecermos pessoalmente, passámos a fazer parte da vida uns dos outros. foi muito bom passar este ano convosco, visitantes habituais ou ocasionais, silenciosos ou comentadores. espero que os próximos também o sejam.

8 comentários:

Grilinha disse...

Pai e mãe do Pedro

Parabéns por um ano de blog. E que venham muitos mais.
Estarei cá, espero eu, para partilhar muitas mais alegrias. A alegria de alguns dos vossos posts foram partilhadas pela nossa familia com muita intensidade. São um exemplo e grande fonte de esperança aqui nesta casa.
Tenho aprendido com a vossa maior experiência e anos de convivência com a PC. Senti a vossa inqueitude nas alturas menos boas.

E principalmente sinto uma grande amizade entre 2 familias, que espero que se venham a conhecer, mas que ainda não se conhecem...

Este é um blog precioso. Porque a informação é muito grande e rica. Não tenho grande paciência para fazer isso no nosso...falta de pachorra, acho eu.. acaba por ter um formato mais baby-blog, mas somos todos diferentes a ainda bem que assim é.
Mas como gosto de vir aqui consolidar conceitos, aprender um pouco mais e até debater ideias !!!

Fico feliz deste espaço existir. Desde que existe, a blogosesfera ficou diferente para mim...

Quanto à menor frequência dos posts: Disso queixo-me eu.
Se antigamente não conseguia absorver tudo o que escreviam, agora desde o formato Weekly report quase faço 2 digestões, mas isso não é o mais importante. O que adoro é ir sabendo de vocês...

PARABÉNS A VOCÊS !!!

Cristina disse...

Sou uma destas pessoas que andava a procurar palavras na net como "hemiparesia" e achei este blog.

Fiquei por cá.

Apesar de actualmente estar no seu formato "weekly report" o que é certo é que dou por mim durante a semana a reflectir sobre o que li aqui.

Continuem que eu continuarei a voltar cá.

Cristina

Anónimo disse...

Parabéns pelo aniversário do blog.
Mal o conheço, mas visito-o de quando em vez e vou sabendo do Pedro e de outras tantas coisas, que não sendo importantes para mim enquanto mãe pois este vosso caso não é o meu problema, são-no enquanto cidadã, enquanto pessoa, enquanto ser humano, enquanto amiga (real ou virtual não importa)

Parabéns ao blog do Pedro.

Relativamente à partilha de "vidas" que se presencia na blogosfera, é com toda a certeza uma boa âncora para todos quanto se visitam entre si. Aprende-se sempre com tudo e com todos.
É natural que aqui tenhas encontrado imenso entusiasmo em cada uma das pessoas que vos visita, comenta e alenta tudo o que de bom o Pedro deve ter e merece! Mas nunca se pode fazer uma equivalência com a vida real, com o mndo lá fora. Num ano receberam aqui 10 000 visitas. Mas com toda a certeza que na tua casa não. Como tal é provável que o grau de entusiasmo, de felicidade partilhada seja menos "vaporoso" no mundo real da vossa vida. Uma pessoa feliz por nós na vida real, poderá equivaler a 100 pessoas felizes aqui dentro. Isto é um mero exemplo, e tenho como simples ideia transmitir-te de alguma forma que quem com vocês contacta na realidade, fica tão ou mais feliz com os avanços e boas notícias do Pedro. Com toda a certeza que se disseres no café que frequentas que o Pedro começou a andar, o senhor do café vos parabenizará com agrado. É só mais um exemplo. O que quero transmitir-te é que quem vos acompanha fica igualmente feliz. A diferença é que não telefonamos 4 vezes por dia a dizer a mesma coisa. E aqui está a descoberto uma novidade que é lida por centenas de pessoas por semana, por exemplo.
Não desvalorizes quem te acompanha na realidade, não entristeças, nem te vás abaixo com a falta de um telefonema, com a falta de um abraço, com a falta de um mimo. Tiveste tantos com toda a certeza e têm sempre tanta gente a partilhar as vossas alegrias e momentos menos bons na vida real.
Eu fiquei contente porque o Pedro começou a andar, por exemplo.
A diferença poderá residir no facto de aqui também tu partilhares mais do que lá fora. Porque também tu te sentes cansado da realidade e das pessoas que compõem a tua realidade, para lá da tua família. Se tivesses 10 000 amigos reais, tenho a certeza que todos vos encheriam a casa nesse dia. Mas isso ninguém tem.
Toda a gente fica muito feliz com os vanços do Pedro. Toda a gente.

Um beijinho grande e, mais uma vez, parabéns ao blog do Pedro e toda a sua essência.

paidopedro disse...

cara anónima, obrigado pelo testemunho, valioso. não tenho dúvidas que quem partilha a nossa vida no "mundo real", como lhe chamas, também vibra com os sucessos do pedro e torce por ele. a blogosfera é um espaço mais livre e mais solto, mais livre dos códigos sociais de contenção das emoções. não deixo, no entanto, de achar fantástico o calor humano que consegue passar através deste meio de comunicação. e de me entristecer que, volvidos quase 8 anos, ainda haja amigos do "mundo real" que tenham dificuldade em lidar e falar abertamente de questões relacionadas com o pedro. é uma coisa que, por muito que me esforçe e me tente colocar no lugar do outro, não consigo compreender.

lobitas disse...

Pais do Pedro
Em primeiro lugar quero dar os parabéns pelo aniversário do blog, nós tb fizemos um ano, e a minha opinião é muito parcida com a vossa, sinto muito mais carinho e compreensão de amigos da blogosfera do que pessoas do como referes "mundo real", temos até familiares que simplesmente se enfiam na sua vidinha egocentrica e não querem saber nem nos ligam nenhuma e quando o fazem é sempre de uma forma que nos acabam por magoar e nos revolta.
Estamos aqui para continuar a seguir o vosso percurso e dar todo o apoio possivel.
Beijinhos da alcateia

paidopedro disse...

pois é lobita, começámos mais ou menos ao mesmo tempo, e temo-nos acompanhado ao longo deste ano...

ClaudiaMG disse...

Parabéns pelo vosso Blog, parabéns pelo vosso cantinho e pela partilha da vossa vida, da vida do Pedro, das vossas emoções e sentimentos.

Beijinhos

Cláudia, Madalena e Guilherme

Sofia CORESPERFEITAS disse...

A maior riqueza que podemos ter é ser filho de um bom pai - PARABÉNS!
Parabéns pela força, parabéns pela coragem, parabéns pela paixão, parabéns...

Kiss,
Mamã Sofia