sábado, fevereiro 10, 2007

inquérito

no último número da revista proteste são publicados os resultados de um inquérito efectuado a cidadãos portugueses portadores de deficiência sobre as dificuldades sentidas no dia a dia. os resultados não apresentam novidades para quem está "por dentro", é aquilo que se sabe ou se intui da nossa vivência diária. os transportes públicos e as actividades de lazer são as que apresentam dificuldades para maior número de inquiridos, mas o trabalho e a própria casa apresentam problemas para mais de metade. vale a pena ler o texto, o artigo está disponível online em formato pdf.

4 comentários:

Anónimo disse...

É verdade eu também li esse artigo...e os obstáculos são inumeros, nomeadamente a mentalidade civica dos portugueses.
Esatacionarem em lugares destinados a grávias, deficientes e pessoas idosas...qual é minha revolta quando vejo alguém a estacionar num lugar indevido.
Pergunto muitas vezes...será que só os meus pais é que souberam dar educação? Vejo tanta gente com falta de educação cívica. Bem não podemos mudra o mundo.

Beijos ao pedrinho
Patrícia e Rodrigo

Grilinha disse...

Vou ler, amigos. Já sei que me vou revoltar, mas é a vida. Um beijinho e bom fim de semana

citizenmary disse...

Boa informação, obrigado, não foi muito divulgada. Tenho muitas pessoas a precisarem de ler esses dados. Um abraço.

lobitas disse...

Realmente este nosso Portugalinho esta muito mal, mas quem faz o pais são as pessoas que infelizmente são assim ... sem civismo ...sem educação ... sem humanismo ...
Eu para sair de casa com o carrinho da lobita tenho que sair pela garagem, porque existe um monte de escadas e não tem nunhuma descida para carrinhos ou cadeiras e é um prédio recente, o que denota que as mentalidades ainda estão muito aquem do esperado.
Tudo de bom e beijinhos para vocês e poucos obstaculos