quarta-feira, janeiro 10, 2007

também há dias assim, mais calmos

as coisas estão mais calmas. o rapaz passou o dia entregue aos mimos e cuidados do avô e só fez uma crise muito ligeira à tarde. fomos ao hospital fazer o doseamento, está tudo bem, os níveis estão dentro do intervalo terapêutico. falei com a neuropediatra, que teve uma atitude expectante. pode ser qualquer descompensação sem importância. a alternativa seria iniciar outro fármaco, mas isso significa mais efeitos colaterais e ninguém quer isso. espero que o puto se aguente.
entretanto ao reler os posts anteriores e os respectivos comentários, ococrreram-me várias coisas:
eu a lamentar-me por uma crise, e a mãe do rodrigo a dizer que ele começa a fazer crises mal acorda. senti-me mal, quase patético. patrícia, muita força. deve ser muito difícil assistir a várias num curto espaço de tempo. espero que consigam controlar a coisa rapidamente.
gostei da perspectiva prática da grilinha, aproveitar o ficar em casa para fazer coisas que normalmente não temos tempo. temos que dar a volta por cima...
e gostei muito da frase evocada pela idadedapedra, que, por acaso, até é minha. obrigado por mo relembrares.

6 comentários:

Anónimo disse...

É bom termos quem nos relembre:)
quem nos dê força e deseje o melhor como se fosse para si. assim o desejo
e
mando
um abraço e um beijinho com ternura ao Pedro.

Maria disse...

Crises complicadas de gerir, também os sentimentos, o pensar e repensar no lugar das nossas dores entre as alheias. Partilhar experiências e transmitir força. Dar e receber. Um abraço forte para o Pedrinho, desejo as suas melhoras, a sua estabilidade. Também para todos os meninos com pais e mães à cabeceira, atentos, doces, a tentar serenar situações de grande dificuldade. Virá o tempo dos sorrisos. Beijinho.

@Memorex disse...

Pequenas letras desarrumadas que se vão juntando, transformando-a numa Palavra bem alinhada.
Não é açucarada, nem amarga, perto ou distante.
È delicioso, cativante e arrebatador na ligeireza de uma borboleta determinada a fabricar o resultado aerodinâmico dentro dos vossos Seres.

Simplesmente gosto de acompanhar o vosso cantinho, para melhor entender e porque tenho uma enorme admiração pela vossa familia toda.

Um beijo, carinhosamente Memorex.

Grilinha disse...

Gosto muito de vos acompanhar...um belo diário, que como todas as vidas tem altos e baixos, mas que é muito , mas muito RICA ! A Patricia é fantástica. Uma mulher impressionante. Gabo-me de conhecê-la pessoalmente e posso confirmar a sua serenidade que só vendo para crer ! Eu sei que perante a adversidade podemos mostrar uma força muito especial, mas ela fá-lo de uma forma admirável, sem chegar à fantasia e sem cair no pessimismo. Uma mãe que espera pelo futuro tranquila e desejando o melhor para o seu filho.
Um beijo para vocês e um especial para o Pedrinho.

NÉA e ARTHUR disse...

Fico feliz em saber que o Pedro está melhor.Tenha certeza que aqui do outro lado (no BRASIL) tem alguém que vos que muito bem .


Beijinhos!!!!!!


Néa e Arthur

paidopedro disse...

nea: obrigado pela solidariedade. é bom saber.

aida: bem vinda a este espaço e obrigado por se ter manifestado.