sexta-feira, novembro 17, 2006

...e a espanha aqui tão perto!



peço desculpas à comunidade surda portuguesa por as legendas serem em inglês, mas o clip original é assim. a língua gestual é muito semelhante à nossa, o que para mim foi uma surpresa. mais informações aqui, para os interessados.

6 comentários:

@Memorex disse...

Surpreedente!

Incrível como estão a anos-luz de nós culturalmente.

Enfim, ainda não estamos preparados para dar um passo decisivo. E quem sabe eu, até alguém possa dar o seu contributo, um empurrão para que a Surdez evolue sem preconceitos.

Um acaso que reparei neste mini-filme de animação gestual, existem gestos portugueses nele integrado.

Um beijo terno e afectuoso para ambos.
Carinhosamente Memorex.

P.S-» eu nem sempre estou de acordo com a ética da Língua Gestual, tantas discordâncias dão-me razões.

Grilinha disse...

Quanta diferença...

Temos muito para evoluir...

Beijos

Teresinha disse...

eu ainda nao sei liguagem gestual... tou ansiosa por aprende.la... mas gostei muito deste mini filme... mt engraçado...

Ana Rodrigues disse...

Há cerca de cinco anos, resolvi frequentar um acção sobre linguagem gestual, no Centro de Formação João de Deus. Foi um aprender com prazer. Na língua gestual há beleza e poesia!
No ano seguinte, apareceram, na escola onde leccionava, dois alunos com deficiência auditiva (recorrente nocturno). Prontifiquei-me a dar apoio a Português, visto que me sentia um pouco mais preparada do que alguns - assustados - colegas. Com espanto, vi que indeferiam o meu pedido. Interesses de horário de um professor... assim o exigiam - explicaram.
Portuguesmente Pensando, só apetece dizer - E esta hem?!

Um beijinho ao Pedro.

Nota: aconselhava os pais do Pedro a verem o filme "O professor" com Richard Dreyfuss. O título original é Mr. Holland's opus

A.R.

silencebox disse...

Queridos pais do Pedro,
Só agora é que tive disponibilidade para ler os vossos textos... Fiquei bastante emocionada com o vosso Amor incondicional que têm pelo vosso filho Pedro, que fazem tudo para o tornar feliz, para se sentir integrado, que o estimulam com paciencia, fé, persistencia, amor e que estão dispostos a lutar contra a ignorancia, a maldade, a incompreensao... digo-vos uma coisa: são os melhores pais do mundo! É rarissimo haver pais assim, há muitos que escondem o seu proprio filho da sociedade, que não o aceitam como deficiente, que o rejeitam, etc... Vou falar do vosso blog aos meus pais pois eles vão se identificar convosco... Um abraço cheio de consideração, de afecto, de força, com sentimentos mais profundos...

AnaG. disse...

Não tenho tido muito contacto com a comunidade surda, mas gostei imenso do filme. Admiro a vossa força e a vossa determinação...
Parabéns ao Pedro pelos excelentes pais que tem.